A GRATIDÃO DE FAZER O BEM, NÃO TEM PREÇO

riso 5

Eu sou Luise Magalhães Valentim, formada em Engenharia Ambiental na UVA, atualmente trabalho com consultoria ambiental na Agrosuisse, trabalho voluntariamente na ONG RISO – Resgate da Infância Social e em qualquer minuto vago busco fazer a diferença no mundo com trabalhos, ações, projetos e negócios sociais.

riso1
Palestra e atividade sobre Educação Ambiental visando a sustentabilidade através da prática de agroecologia na Universidade Veiga de Almeida, com as crianças da Amparando JG, que atua na Comunidade de Jardim Gramacho – Duque de Caxias.

Sempre fui uma pessoa voltada ao próximo, com atitudes e metodologias de compartilhar, de ajudar sem querer nada em troca, acho que isso veio um pouco da minha família e da história de vida dos meus pais.

Através de uma amiga fui convidada à quase dois anos atrás a participar de um dia das crianças da ONG RISO – Resgate da Infância Social, em um play repleto de crianças de diversos locais, cada uma com suas necessidades, carências e histórias, mas todas com um brilho em seus sorrisos por estarem fazendo parte daquela festa, havia muita animação, brincadeiras, voluntários, presentes e muito carinho.

riso2
Minha primeira atuação pela ONG RISO, na festa de dia das crianças em outubro de 2014

Desde então fui me demonstrando interessada e participando cada vez mais dos trabalhos sociais. Hoje ganhei quatro grandes amigas, as fundadoras da RISO, onde continuo sendo voluntária e representante.

A minha curiosidade por tudo é a grandiosa vontade de fazer bem ao próximo, me abre portas diárias que nunca esperei na vida, me traz mais conhecimento da vida real do que qualquer escola ou vivencia seriam capazes de trazer, me amadurece em alguns conceitos anteriormente duvidosos, me faz participar por experiências inimagináveis, me faz valorizar todos os dias a existência do próximo, me traz aprendizados únicos, me geram sentimentos jamais experimentados, me faz enxergar que a vida tem maneiras mais bonitas e leves para serem seguidas.

 

 

luise
Momento matando a saudade de uma semana do pequeno que vive em Jardim Gramacho.

Muitas vezes dentro dos inúmeros projetos durante um trabalho e outro voluntariado, por diversas causas e ideologias diferentes, eu percebia que eu ainda tinha muito que aprender e essa sede por conhecimento até hoje é insaciável, o que é maravilhoso demais.

Foram inúmeras experiências e locais diferentes, o meu ciclo de vida já estava se modificando e isso não quer dizer que tive que deixar de ir a aniversários, viagens, ou esquecer alguns amigos, pelo contrário, isso me ajudou ainda mais a fortificar tudo o que já passou pela minha história e que possuo com muito carinho e admiração. Tenho muito orgulho das pessoas ao meu redor, e muitos deles participam das ações e fazem parte sempre que podem.

O meu maior prazer é participar e fazer impactos sociais em prol do outro, com propósitos realmente importantes, que sejam a mudança para aquela pessoa, família e ou comunidade. E espero que o empreendedorismo social tenha cada vez mais visibilidade, porém, que o mesmo não perca nunca o seu conceito social, humanitário e de fazer a diferença.

riso4
Muito amor com as crianças da comunidade Jardim Gramacho

É inspirador demais fazer o bem e você só sente isso realmente fazendo, estando presente, dentro do negócio, atuando, se entregando de corpo e alma. Pode ser um pouco difícil no começo, dependendo do trabalho voluntário e da situação, muitas vezes a realidade pode assustar, mas saiba que se você está ali é para ser luz para alguém, ou vice versa.

Aprecie fazer um ato voluntário ao próximo sem pensar nas diferenças. Posso te garantir que o sentimento de gratidão é imensurável e inenarrável!

luise_valentin

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado Campos obrigatórios estão marcados como *