A NOVA MODA

Minha primeira conexão com a moda consciente foi há pouquíssimo tempo – final de 2014 mais ou menos. Quem anda por dentro do tema também deve ter observado: as coisas já se disseminaram bastante. O que parecia grego pra muita gente, agora já faz parte do discurso de diversas marcas: responsabilidade socioambiental.

Como podemos rever nossos processos? Quem faz parte da enorme cadeia que existe para uma peça de roupa chegar na tua mão?

20150508_Zerezes_FeitoPorPessoas_15_14
Foto: série “feito por pessoas”, da Zerezes

 

São perguntas abertas mesmo. Muitas delas ainda não têm resposta. O principal aqui é questionar. A solução é um caminho que vamos trilhar juntos.

As palavras que são pra anotar, marcar com canetinha fluorescente, colar na parede e pensar sempre:

[estética da ética] ● [comércio justo] ● [responsabilidade socioambiental]

Mas quem é que tá de fato colocando a mão na massa e botando esse bloco na rua? Aqui vai uma listinha de algumas marcas pra você ficar de olho!

Insecta Shoes
Vert
Zerezes
Bossa Social
Naai
Another Land
Caíques

A moda tá mudando e os padrões tão sendo revistos – a gente tá hackeando o sistema sim! E no gancho disso tudo, no último 24 de abril rolou o Fashion Revolution no Brasil – um evento em diversas cidades que reuniu mesas redondas e palestras de conscientização sobre os impactos ecológicos e sociais que a indústria da moda vem causando. Entre as propostas, rolou nas redes sociais uma campanha: postar uma foto com uma roupa de sua marca preferida do lado avesso, mostrando a tag e perguntando “Quem fez as minhas roupas”? (#whomademyclothes #quemfezminhasroupas).

A questão taí! Vamos se perguntar isso cada vez mais 👊

Carolina Tardin

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado Campos obrigatórios estão marcados como *